Talvez você encontre alguém melhor. Com mais maturidade que eu, com menos orgulho, com mais experiência, com menos… Problemas. Alguém que não seja um problema em si. Alguém que vai facilitar tudo pra você, ao invés de dificultar mais ainda, tá me entendendo? Alguém que vai te proteger e afastar de tudo que te assusta, alguém que vai compreender teus medos bobos e que vai te dar colo naqueles teus momentos sensíveis e acessos de choro. Que vai saber as coisas certas pra dizer e a hora certa de dizer também. Que vai respeitar teu tempo e espaço. Que não vai ter orgulho quando se trata de você. Que andaria até a puta que pariu a pé só pra ver teu rosto. Que escalaria o Monte Everest se isso fosse o necessário pra arrancar um sorriso isso de ti. Que iria até o fim do mundo pra conceder teus desejos e vontades. Mas, namoral? Achar alguém que te ame mais do que eu… Isso aí já vai ser difícil. Enfim, boa sorte.
Vinícius Kretek   (via florindo-me)
Posted 24 abril 2014, Há 5 horas | 42 847 notas | reblog this post
(originally harrybreakslouis / via florindo-me)
Não gostava de nada. Vai ver eu estava com medo. É isso: eu tinha medo. Eu queria ficar sozinho num quarto com a janela fechada. Fiquei curtindo essa ideia. Eu era um trambolho. Eu era um lunático.
Charles Bukowski.   (via empttyy)
Posted 24 abril 2014, Há 5 horas | 2 348 notas | reblog this post
(originally sintoso / via textuou)
A diferença entre você e um cubo mágico, é que do cubo mágico eu desisto.
João Pedro Bueno, Sabedorias.  (via lucaspatek)
Posted 19 abril 2014, Há 5 dias | 28 587 notas | reblog this post
(originally sabedorias / via poetisa-estranha)
Posted 18 abril 2014, Há 6 dias | 1 367 notas | reblog this post
(originally a-interrogada / via panda-kawaii)
Posted 18 abril 2014, Há 6 dias | 68 490 notas | reblog this post
(originally memewhore / via suas-amigas-bitches)
Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doí. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Martha Medeiros.    (via autorias)
Posted 16 abril 2014, Há 1 semana | 15 545 notas | reblog this post
(originally nobroke / via fatosdeumabipolar)
Nossos olhares se cruzaram e nossos lábios se tocaram, naquele momento não existia nada além de nós, e eu senti que era você o amor da minha vida. Era com você que eu queria passar o resto dos meus dias.
Floresciar   (via autorias)
Posted 16 abril 2014, Há 1 semana | 416 notas | reblog this post
(originally floresciar / via autorias)
Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Sabe, eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais. Comigo são sempre vírgulas, aspas, reticências. Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou, e continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos.
Caio Fernando Abreu (via enoitecer)
Posted 16 abril 2014, Há 1 semana | 9 158 notas | reblog this post
(originally ensolarize-se / via enoitecer)
Te matei
por dentro
e passei
a conviver
com os seus
fantasmas.
Tickets of Cassie.  (via en-tardecer)
Posted 16 abril 2014, Há 1 semana | 4 450 notas | reblog this post
(originally extinta / via seugarotofavorito)
Coloquei músicas tristes pra tocar, deitei na cama e chorei a tarde inteira o que eu não chorei por meses.
Marcello Henrique. (via sou-inseguro)
Posted 16 abril 2014, Há 1 semana | 25 169 notas | reblog this post
(originally sou-inseguro / via rec21k)
“Eu sou chata, sou impulsiva, mudo de humor pelo menos umas 5 vezes no dia. Pessoas me cansam, não gosto de conhecer gente nova, e as velhas nem me encantam mais, eu prefiro meu quarto e um livro, do que uma balada lotada de gente vazia. Fico feliz com pouco, um desenho animado no sábado de manhã já faz a minha felicidade. Meu coração não me escuta, as pessoas ao todo nunca me escutam, eu sou uma peça que não se encaixa no quebra-cabeça. Eu sou do outro tempo, quando eu amo alguém, eu faço coisas que aos olhos de quem não ama é pura tolice. Eu paro tudo que estou fazendo pra dedicar toda a minha atenção pra pessoa, eu esqueço do meu sorriso, porque o sorriso de quem eu amo se torna muito mais importante. Eu não sou uma pessoa a qual a sociedade julga linda e maravilhosa, mas também não dou valor a isso. Costumo dizer que meu interior é muito mais bonito do que aparência física de muita gente por aí. Eu sou isso aqui, sou a que escreve sobre o amor, mas sou a quer entender sobre ele também, eu sou a chata, a impulsiva, a neurótica, eu sou o amor que ainda desconheço, sou um corpo físico no mundo atual, com o coração lá no tempo dos meus avós. Sou a quer um amor pra vida toda, um amor pra sempre, sem essa de paixão de meses, eu quero o todo, eu quero o eterno.”
Welcome to my silly life
Mistreated, misplaced, missunderstood
You're fucking perfect to me
theme by affectingyou « don't copy and don't remove this tag »
Always second guessing
I'd rather waste my life pretending [...]